Araras vermelhas e canindés embelezam céu de Campo Grande

Nesta época do ano, a cidade de Campo Grande recebe um colorido especial. O céu da capital fica cheio de araras, em razão do período do acasalamento desta espécie. De acordo com a pesquisadora Neiva Guedes, que coordena o Projeto Arara Azul e é professora da Anhanguera/Uniderp, as araras vermelhas e canindés estão de volta à área onde hoje se situa a cidade de Campo Grande desde que mudaram sua rota em 2001, quando houve um período de forte seca e o meio rural tornou-se praticamente inóspito.

Segundo estimativas da pesquisadora, atualmente esta população deve estar em torno de 80 a 100 aves – um número considerado bom pela pesquisadora. Não há como especificar porcentagens de ocorrência de araras canindés e vermelhas – estas costumam ser mais discretas em seus vôos e andam em grupos menores do que as canindés.

 

Já as araras azuis ainda não chegaram a Campo Grande, embora já apareçam em meios urbanos como Rio Verde, Aquidauna e Miranda.

 

Por Bárbara Ferragini
Com informações do Jornal Correio do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>