As melhores práticas para o Ecoturismo

Com o crescimento da pressão global sobre os recursos naturais, o turismo relacionado com a natureza, em especial o ecoturismo, tem sido considerado um aliado na conservação do meio ambiente, além de representar uma alternativa econômica para as comunidades tradicionais. Se desenvolvida e operada adequadamente, a atividade causa menor impacto ambiental e cultural que outros setores produtivos como agricultura, pecuária, garimpo ou extração de madeira.

Como o tamanho das operações do segmento ecoturístico é pequeno, alcançar eficiência e eficácia torna-se um grande desafio. Além disso, viagens especializadas constituem um setor fragmentado, ainda pouco desenvolvido em termos de associações, parceria e comunicação.

Um programa de Melhores Práticas deve ser funcional e aplicável até por pessoas de pouca ou nenhuma prática operacional, ainda que seja necessária certa cautela no início de implantação. Deve, ainda, atender aos critérios de qualidade e de certificação de produtos, informando, capacitando, treinando, monitorando e ajustando práticas em busca de eficiência e eficácia.

A capacitação e o treinamento dos monitores envolvem a preparação de equipes de caráter multidisciplinar, com habilidades e experiências variadas, para atuar como agentes capacitadores, além da capacitação dos monitores locais, em melhores práticas operacionais e financeiras em ecoturismo e turismo especializado. Depois de capacitados os monitores colocavam em prática o que aprenderam no curso e trocavam conhecimentos com as comunidades locais.

Com informação: Funbio – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>