Bonito e Campo Grande na rota da Copa do Mundo 2014

Apresentar o projeto do Ministério do Turismo, Bem Receber Copa, que tem como objetivo a qualificação profissional do setor hoteleiro. Esse foi o objetivo da reunião realizada na última sexta-feira (01) entre a coordenadora local da EVMH – Escola Virtual dos Meios de Hospedagem, Tatiana Cayres, com a equipe da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur).

Com o slogan “O Sucesso do Brasil na Copa está em Nossas Mãos”, o Bem Receber Copa é um programa de qualificação profissional do Ministério do Turismo, em parceria com entidades do setor, entre elas a ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, que tem como objetivo capacitar o setor de turismo para atingir padrões internacionais de qualidade nos serviços turísticos, focando em Pessoas, Empresas e Destinos.

O Ministério do Turismo definiu quatro eixos de atuação para a Copa de 2014 e um deles diz respeito à qualificação profissional, juntamente com promoção e imagem, requalificação do parque hoteleiro e infraestrutura turística.

Em 2010, na primeira etapa do programa, foram matriculados 5.318 profissionais nas 12 capitais-sedes da Copa do Mundo, com 4.367 concluintes. Este excelente resultado credenciou a ABIH junto ao Ministério do Turismo para a execução da segunda etapa do Programa, com uma meta de qualificação de 12 mil profissionais, contemplando as 12 capitais sedes e mais 21 destinos, incluindo Campo Grande e Bonito com um total de 300 vagas oferecidas para esses municípios.

Novas vagas foram abertas também para o Pantanal, devido a uma solicitação da Fundtur, que durante a reunião justificou a participação dos hotéis-fazenda do Pantanal, devido ao já consolidado roteiro turístico Pantanal -Bonito.

Segundo Maria Inês Amaral, da gerência de promoção e divulgação da Fundtur – MS, apesar de Mato Grosso do Sul não sediar é um destino atraente para os turistas que vierem para a Copa. “Devido a nossa localização geográfica privilegiada, estamos no meio das cidades-sedes, receberemos muitos turistas durante a Copa, temos que aproveitar a oportunidade de qualificar e reciclar nossos profissionais”.

O público alvo dos cursos é composto por todos aqueles profissionais da chamada “linha de frente”, ou seja, aqueles que terão contato direto com os turistas da copa de 2014. Serão atendidos: capitães-porteiros, recepcionistas, mensageiros, governantas e média gerência.

Para a coordenadora local do Projeto, Tatiana Cayres, essa é uma excelente oportunidade para o segmento aqui no Mato Grosso do Sul, “é um projeto de sucesso e vai ser apresentado como modelo no Salão de Turismo de Paris”.  O programa foi desenvolvido com o uso de metodologia de educação a distância adotada pela Escola Virtual dos Meios de Hospedagem. Esta escola foi implementada pelo IBH – Instituto Brasileiro de Hospedagem, braço operacional da ABIH.

A aula inaugural será realizada no dia 14, em Campo Grande, e 15 em Bonito, com local ainda a definir, o horário das reuniões será no período da manhã das 9 às 12h e à tarde 12 às 15h. O coordenador geral da EVMH, Silvone Assis e a presidente da ABIH/MS, Cristina Busse, estarão presentes no lançamento.

Os participantes aprovados serão certificados pela Escola Virtual dos Meios de Hospedagem e o hotel que atingir índice de conclusão superior a oitenta por cento de seus funcionários matriculados receberá o selo “Bem Receber Copa 2014″.

Informações Fundação de Turismo de MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>