Bonito é destino “premium”, diz presidente da CBC&VB

Discussões acaloradas marcaram o Fórum Nacional do Mercado de Ecoturismo, realizado de 07 a 10 de dezembro no Centro de Convenções de Bonito, no Mato Grosso do Sul. O evento reuniu os principais profissionais do segmento e teve como pauta as tendências e desafios do ecoturismo no Brasil. Um dos assuntos debatidos na mesa redonda “Comercialização, exigências e desafios do mercado na ótica dos distribuidores nacionais”, foi o preço praticado em Bonito, considerado alto por alguns empresários do setor. 

Questionado sobre o assunto, o presidente da Confederação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux (CBC&VB), João Moreira dos Santos, disse que é preciso um posicionamento de como o destino quer ser visto no mercado. “Bonito é um destino premium, tem que cobrar bem. Apesar da atual dificuldade de acesso, o destino está preparado para receber o turista nacional e internacional. Esse lugar é fantástico. Fiz o passeio no Rio Sucuri e fiquei surpreendido com a beleza”, salientou Moreira.

O Diretor da CBC&VB, Sérgio Takao Sato, também saiu em defesa de um posicionamento do poder público e dos empresários de Bonito. “Vocês têm um patrimônio imensurável, que não pode receber turismo de massa para que o ecossistema não seja afetado e o produto não acabe”, enfatiza Takao.

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Nilde Brun, poder público e setor privado têm o desafio de equilibrar oferta e procura. “Temos um produto único de valor imensurável, temos que respeitar a capacidade de carga do destino, respeitar a fragilidade do ecossistema, lembrar que existe custo operacional em cada empreendimento e aí vem o grande desafio: ter a sensibilidade e o entendimento de que é necessário ajustar tudo isso ao bolso do consumidor. Enfim, precisamos buscar esse equilíbrio para que turistas e empresários fiquem satisfeitos”, explica Nilde Brun.

Bonito foi reconhecido por sete vezes consecutivas como o melhor destino de ecoturismo do Brasil, pelo leitor da revista Viagem e Turismo. Juntamente com os municípios sul-mato-grossenses Corumbá e Campo Grande, Bonito faz parte dos 65 destinos indutores do desenvolvimento do turismo brasileiro, de acordo com o Ministério do Turismo.

Fonte: Fundtur MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>