Bonito (MS) investe no Geoturismo

Um dos maiores países do mundo territorialmente, o Brasil tem hoje apenas um geoparque com chancela da Unesco, localizado ao Sul do Ceará. No entanto, pesquisas do Serviço Geológico do Brasil pretendem criar uma rede brasileira de geoparques chancelados pela própria Unesco. Em Bonito (MS) esse processo já está adiantado. Além das pesquisas, foram realizados alguns seminários, sendo o último entre os dias 11 e 13 de novembro.

A idéia é além de um roteiro geológico amplo, que ultrapassa os limites da Cidade, explorar assuntos na arqueologia, paleontologia, história e cultura de modo geral. Neste último Seminário da Serra da Bodoquena, realizou-se uma oficina para integrar o artesanato local com a proposta do geoparque, explorando o tema dos animais já extintos do período chamado Pleistoceno, como o Tigre de Dente de Sabre e o Bicho Preguiça Gigante, que chegava até 4 metros de altura.

Estiveram presentes muitas pessoas da Comunidade Bonitense, além do Secretário de Turismo do Município, Augusto Mariano, e convidados como Dr. Alexandre Sales (Universidade Regional do Cariri – Urca-CE), Margareth Lima (Iphan-MS), Geancarlo Merigue (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Euza Camargo (Secretária de Desenvolvimento Econômico e Social de Nioaque (MS) e Mário Brother (Prefeitura de Bodoquena-MS).

Para saber um pouco mais sobre o assunto, basta acessar o site da rede social Geoturismo Brasil (www.geoturismobrasil.ning.com).

Fonte: Mercado e Eventos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>