Bonito recebe seminário para produtores rurais

Desenvolver sustentabilidade para os pequenos negócios rurais, propiciando o fortalecimento e diversificação produtiva orientada para o mercado é o objetivo do Projeto de Apoio a Produção Sustentável do Território da Cidadania, que realizará no dia 9 de novembro, o Seminário de Tecnologias Sociais, no município de Bonito/MS.

O intuito é agregar e levar informações para os produtores que participam do projeto, denominado Reforma em MS. 

Produtos, técnicas e metodologias reaplicáveis, desenvolvidas através da interação com a comunidade e que representam efetivas soluções de transformação social, estão dentro do conceito de tecnologia social, abordada no seminário. Podem participar também, gestores públicos e privados com interesse na implementação de projetos, e que trabalhem para promover a tecnologia social.

Pela manhã, serão oferecidas palestras e debates aos participantes do evento, por meio de dois painéis: “Tecnologia Social e Sustentabilidade Local” e “Instrumentos Públicos como Desenvolvimento Econômico de Pequenos Negócios Locais”. 

No período da tarde, são oferecidas seis diferentes oficinas: Agroecologia; Práticas Sustentáveis de Hortifruti; Alimentação; Adubagem orgânica – Técnicas de compostagem: Minhocasa – Transformando lixo orgânico em húmus; Atividade consorciada e Captação de recursos.

Além da exposição da Feira Modelo, com barracas de doces, artesanato e dos próprios produtores. Cada uma delas orientará os clientes interessados, sobre os respectivos produtos.

Programação especial

Elizabeth Ramos de Assunção, técnica do SEBRAE/MT e gestora do projeto Coperagrepa – Cooperativa dos Agricultores Ecológicos do Portal da Amazônia, estará a partir das 11 horas, contando sobre seu caso de sucesso no seminário. “Tudo começou com professores que procuraram o SEBRAE, motivados pela preocupação com seus alunos. Eles explicaram que durante o período de chuva, os alunos iam às aulas e estavam bem alimentados, e no de seca, bem desnutridos e fracos. Então, percebemos que os pais desses alunos, produtores rurais, precisavam desenvolver atividades diversificadas para obter renda o ano todo. E assim, formou-se em 2003, a cooperativa”, conta.

A Coperagrepa abrange diversos setores como o de castanha, açúcar, leite e derivados, hortaliças, café, mel, dentre outros. Elizabeth frisa que, o produto orgânico não tem uma saída rápida e essa cooperativa organizou, principalmente, a comercialização.

Ela alega que o processo começou com a mobilização de 342 famílias, com 374 cooperados. “O projeto iniciou com dez municípios no norte de MT e hoje, contempla todos os municípios que fazem parte Território”.

Serviço

O projeto de Apoio a Produção Sustentável do Território da Cidadania abrange 11 municípios: Terenos, Sidrolândia, Dois Irmãos do Buriti, Anastácio, Nioaque, Maracaju, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Bonito, Bela Vista e Bodoquena.

O evento é realizado pelo Sebrae/MS e conta com a parceria das prefeituras, do SENAR, da FAMASUL e MDA. A entrada é gratuita, e para obter mais informações, ligue no 0800-570-0800.

Fonte: Senar/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>