Bonito será palco da locação do filme Cabeça a Prêmio



O filme “Cabeça a Prêmio”, dirigido por Marco Ricca, Marcelo Aquino e Felipe Braga e que terá uma parte rodada em Corumbá, já está em fase de pré-produção.

A produtora de elenco local, Carol Araújo, esteve em Corumbá no último fim de semana realizando testes para elenco secundário e figurações especial e geral. “Uma coisa que o Marco sempre desejou, é compor uma figuração que mostre a miscigenação do nosso Estado. Temos imigrantes japoneses, libaneses, espanhóis, aqui em Corumbá a relação com Bolívia é muito forte, fator que enriquece ainda mais nossa cultura”, explicou Carol.

A pré-produção iniciou em Campo Grande no mês de agosto e a previsão é o filme comece a ser rodado ainda este mês. Além de Corumbá, cenas serão gravadas na Bolívia, Campo Grande, Bonito, Sidrolândia, e Paulínia (SP).

“Corumbá provavelmente vai servir de locação para o filme durante a fuga do casal. Vão ser retratadas as famílias ribeirinhas, a relação com o país vizinho, a Bolívia, e a miscigenação das raças”, explicou Ricca em sua primeira visita a Corumbá, no início de março. Devem compor o elenco principal do filme a atriz Alice Braga e o ator Eduardo Moscovis.

“Assim como nos outros municípios, a Prefeitura de Corumbá foi absolutamente receptiva em relação ao projeto desde o primeiro momento. Recebemos apoio de infra-estrutura e logística desde a fase de visitas para avaliar possíveis locações, são atitudes como essa que possibilitaram a gravação do filme no Estado”, disse a produtora executiva, Camila Groch.

Sinopse

A trama de “Cabeça a Prêmio” se desenrola a partir do núcleo familiar formado pelos irmãos Menezes – Mirão e Abílio -, prósperos pecuaristas do Centro-Oeste brasileiro e chefões de negócios ilícitos. O bonachão e obeso Mirão é um homem de hábitos simples, porém ambicioso e com um apetite especial pelo poder.

Busca manter uma estrutura familiar sólida e não dissimula o amor possessivo e doentio que nutre pela filha Elaine. “Cabeça a Prêmio” narra a tentativa desesperada de Mirão em resistir às pressões em um momento em que elas parecem vir de todos os lados. Abílio Menezes, o caçula, sempre foi hostilizado pelos irmãos por não esconder as suas preferências homossexuais num ambiente em que o machismo impera.

Alvo constante de chacotas, Abílio cozinha em fogo lento todo seu ressentimento. Ele participa dos negócios representando o caminho da radicalização, da violência, e assim entra em conflito com Mirão, defensor de uma reação mais pensada e cautelosa aos ataques que eles vêm sofrendo.

Em meio a isso, Elaine, filha de Mirão, burla a vigilância paterna e inicia uma aventura amorosa com Denis, o piloto de avião que trabalha para os Menezes – caso que o pai nunca aceitaria. Ao descobrir o romance, Abílio passa a assediar o piloto em busca de satisfação sexual, ameaçando-o de forma quase sádica.

A situação de Denis e Elaine torna-se definitivamente insustentável quando ela descobre que está grávida. Acuados, Denis e Elaine fogem, ele com um monomotor carregado de muamba. Denis tem assim a sua cabeça posta a prêmio por Mirão, que ainda desconhece que sua filha fugiu com o piloto.

Perseguido por Brito e Albano, pistoleiros e empregados da fazenda dos Menezes, Denis executa o único movimento capaz de livrá-lo das garras de Mirão: ele se entrega à Polícia com Elaine. Em um acordo de delação premiada, Denis expõe o esquema dos Menezes aos policiais. Com isso, Mirão e Abílio saem temporariamente de cena para escapar da Justiça.

Fonte: Mídiamax News

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>