Brasil busca novo padrão de qualidade turística

Três especialistas e consultores brasileiros analisaram variáveis de desenvolvimento do turismo e chegaram à seguinte conclusão: a “saúde” da economia turística avançou expressivamente nos últimos nove anos, mas lacunas históricas exigem soluções que não podem mais ser adiadas. O principal alerta para o período 2012-2014 vai para as áreas de recursos humanos, mobilidade e acessibilidade, infraestrutura urbana e comunicação em idiomas estrangeiros.

Segundo o professor doutor pela Universidade de São Paulo (USP) e especialista em Turismo Ricardo Ricci Uvinha, o Brasil vem se aperfeiçoando, de forma qualitativa, na formação de mão-de-obra para o setor.

“A grande procura por cursos de turismo nas universidades mostra isso. A qualidade da educação é um fator bastante decisivo para a profissionalização do turismo brasileiro. Isso contribui, inclusive, para superarmos a barreira do idioma, que ainda nos limita no contato com o mundo”, afirma Uvinha. De 2003 a 2011, o Ministério do Turismo qualificou 815,5 mil pessoas em especialidades técnicas de base do setor, línguas estrangeiras e gestão empresarial para o turismo. Mais de 2.770 cidades brasileiras foram atendidas, somente em 2011.

Mais informações no Portal do Ministério do Turismo:
http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20111230.html 

Com informações ASCOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>