Brasil é o paraíso do mergulho

Nadar em um grande aquário. Esta é a sensação proporcionada pelo mergulho, que pode ser classificado como flutuação, snorkeling ou autônomo. Os nomes são diversos, mas a essência da atividade é a mesma: divertir-se em um meio aquático utilizando apenas o ar dos pulmões, snorkel, máscara e, às vezes, nadadeira, no caso da flutuação e do snorkeling, ou suprimento de ar comprimido, no mergulho autônomo. Detentor da maior reserva hídrica do planeta e dono de uma das mais extensas costas litorâneas do mundo, o Brasil é o melhor lugar para a prática da modalidade.

Realizada no mar, em lagos e rios, a atividade deixa o homem mais perto dos segredos ocultos pela água. Como em um aquário, é possível observar a vida marinha seguindo alheia aos problemas terrestres. Peixes coloridos, recifes de corais e outras maravilhas submersas podem ser contempladas de perto com o snorkeling.

Praticante de mergulho livre na modalidade recreativa e competitiva, a heptarecordista mundial Karol Meyer ainda se encanta com os prazeres propiciados pela atividade. “Estar lá no fundo é inesquecível e embriagante, mas além dos mergulhos extremos, o que mais me atrai é encontrar com seres maravilhosos como: meros, baleias, tartarugas, lontras, peixes-boi”.

A atividade é segura e pode ser realizada por pessoas de todas as idades, sendo uma boa sugestão de passeio para famílias. Além disso, o grande número de opções existentes para a prática do mergulho livre no Brasil facilita na hora de decidir o destino.

Além de Bonito, no Mato Grosso do Sul, onde a flutuação é praticada em rios; Ilhabela, em São Paulo; Angra dos Reis, no Rio de Janeiro; Fernando de Noronha, em Pernambuco; Parque Nacional da Chapada da Diamantina, na Bahia; Barra de São Miguel, em Alagoas; e Praia da Pipa, no Rio Grande do Norte, são alguns destinos em que empresas especializadas oferecem a atividade aos turistas. Nestes locais o mergulho livre pode ser praticado da melhor forma e sempre com o acompanhamento de um guia treinado. Já o Parque Marinho dos Abrolhos, Fortaleza, a praia de Bombinhas, em Santa Catarina, e também Fernando de Noronha são alguns dos principais locais para a prática do mergulho autônomo também de forma segura.

O mergulho é uma atividade de aventura reconhecida pela ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), que trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura.

Informações AD Comunicação & Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>