CCB é exemplo de empreendedorismo em Bonito

Um dos empreendimentos inovadores instalados pela iniciativa privada em Bonito é o Centro de Convenções. Construído há apenas dois anos, o moderno centro para eventos é ao mesmo tempo exemplo consolidado da aposta empresarial no município e chamariz que movimenta o turismo de eventos – e atrai novos empresários.

A importância da implantação do Centro de Convenções foi destacada em rede nacional de TV pelos empresários Guilherme Miguel Poli – do setor hoteleiro – e Frederico Siqueira – diretor da Dix Empreendimentos, que está construindo e vai operar o terminal de passageiros do aeroporto.

Os dois participaram do programa “Economia e Negócios”, da rede Record News, como exemplo do bom desempenho alcançado pelo turismo de Bonito por meio da co-gestão governo/iniciativa privada.

“As empresas estão indo a Bonito, levando eventos, estão adorando o centro de convenções, porque ele é temático, reproduzindo uma aldeia indígena, mas com toda a tecnologia para sediar os melhores congressos”, contou Poli.

O Centro de Convenções de Bonito chama atenção pela proposta de rusticidade e de total integração com a natureza. O local é uma combinação de marca de identidade cultural com o conforto e a disponibilidade de serviços necessários para o sucesso de qualquer evento.

Por estar localizado em um destino de grande apelo ecoturístico, a arquitetura se integra à natureza, valorizando a cultura e a flora da região. Segundo a proprietária, Jussara Coinete, é o primeiro centro de convenções temático do Brasil. Ele foi inaugurado em agosto de 2006.

É impossível não associar a visão dos blocos a uma aldeia indígena. A idéia dos idealizadores foi mesmo resgatar o modelo das antigas moradias dos nativos. O centro é um complexo formado por diversas construções, a maioria de formas arredondadas, lembrando ocas, e interligadas por passarelas. A cobertura que protege o visitante do sol ou da chuva no deslocamento entre os auditórios e salões é feita de folhas de bacuri.

Outra vegetação característica, o sapé, cobre o Espaço Pantanal, o restaurante e as salas multiuso. Já os auditórios têm o telhado feito em madeirinha, lembrando as lascas rústicas utilizadas antigamente pelas tribos.

O visual externo das paredes é barreado, remetendo também à época em que só a matéria-prima original da natureza servia como concreto. O efeito foi obtido com mistura especial de terra vermelha na construção.

O jardim preserva a vegetação natural do cerrado. Espécies como guavira, bacuri e taboa foram conservadas no projeto.

Internamente, o Centro de Convenções de Bonito é equipado com recursos tecnológicos avançados na área de eventos, como cabeamento estruturado, provedor de internet próprio, internet sem fio e projetores multimídia de última geração.

A capacidade total é de 1.500 assentos. São três auditórios independentes, área de feira, alimentação e recepção. Estão disponíveis também duas salas multiuso (40 assentos cada), ambulatório e estacionamento.

Fonte: Site Atratur

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>