Chuva de sementes – Dispersão por poleiros artificiais

Chuva de sementes e estabelecimento de plântulas a partir da utilização de árvores isoladas e poleiros artificiais por aves dispersoras de sementes, em área de Cerrado, Mato Grosso do Sul, Brasil

Por: Ricardo Anghinoni Bocchese, Ademir Kleber Morbeck de Oliveira, Silvio Favero, Silvio Jacks dos Santos Garnés e Valdemir Antônio Laura

Abstrac t: Seed rain and seedling establishment under isolated trees and artificial perches by dispersal seed birds, on a Cerrado region, Mato Grosso do Sul, Brazil. The objective on this research was to evaluate the importance of isolated trees and artificial perches on an area with pasture located at Embrapa Gado de Corte in Campo Grande, State of Mato Grosso do Sul, Brazil, as landing sources to seed dispersal birds. It was evaluate rates of seeds fall under isolated trees and artificial perches. Seed collector traps were installed under trees and perches to seed rain capture, as well plots were done to verify the seedling establishment, from January until December/2006. It was not observed statistical difference between seed rain for trees and perches, as well did not have direct relation between seed rain and the months with more and less rain, due the differences flowering periods for the Cerrado`s plant species. Isolated trees and artificial perches attracted different bird species with different alimentary habit.

Keywords: Frugivory, Zoochorism, Dispersal, Seed bank.

Resumo : Neste trabalho objetivou-se analisar a importância de árvores isoladas e poleiros artificiais em uma área de pastagem,localizada na Embrapa Gado de Corte em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, como fonte estratégica de pouso para aves dispersoras de sementes. Foram implantadas sob árvores nativas isoladas e sob poleiros artificiais, armadilhas coletoras de sementes, bem como capinadas parcelas para verificar o estabelecimento de plântulas, entre os meses de janeiro e dezembro/2006. Não houve diferença estatística significativa em relação ao número de sementes coletadas sob árvores e sob poleiros, assim como não houve relação direta da chuva de sementes para os meses de maior e menor precipitação pluvial, em resposta às diferentes épocas de floração das espécies vegetais do Cerrado. Árvores e poleiros atraíram diferentes espécies de aves com variados hábitos alimentares.

Palavras chave: Frugivoria, Zoocoria, Dispersão, Banco de sementes.

Para baixar artigo completo clique no icone acima da matéria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>