Chuvas em Corumbá superam em 18% a média histórica

As chuvas dos últimos dias em Corumbá já superam em 18% a média histórica para o período. Apenas durante a pancada de chuva na hora do almoço de segunda-feira, dia  25, choveu em duas horas o equivalente a 44% do esperado para todo o mês: 53 mm (de acordo com registro na estação meteorológica automática instalada no prédio do Exército, pertencente ao Inmet, localizada no Jardim Universitário).
As informações são da meteorologista Balbina Soriano, pesquisadora da Embrapa Pantanal (Corumbá-MS), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Segundo ela, na estação do Aeroporto de Corumbá, naquele horário, foram registrados 49 mm. No Pantanal da Nhecolândia, onde a Embrapa Pantanal mantém uma estação meteorológica, enquanto a chuva castigava Corumbá, apenas 3,6 mm de chuva caía naquela área.
O período chuvoso começou em outubro e vai até março. A média histórica de chuva de outubro até fevereiro é de 710 mm. Mas até dia 26, terça, havia chovido 840, 4 mm em Corumbá.
No Pantanal choveu de outubro até o dia 26 de fevereiro 863,7 mm. O esperado para o período era 751 mm, segundo Balbina.”Lá choveu 15% a mais que a média histórica”, afirmou.
Fonte: Embrapa Pantanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>