Curso de construção com bambu com Guilhermo Gaio em Bonito

BONITO/MS – Uma das maiores autoridades mundiais em bioconstrução através da utilização de bambu estará em Bonito, no Mato Grosso do Sul., em outubro, para ministrar um curso especial para arquitetos, acadêmicos de arquitetura, biologia, turismo e áreas afins. Guilhermo Gaio, permacultor, professor de bioarquitetura e especialista em projetos sustentáveis com bambu, será o instrutor do curso “Construindo com Bambu 2008″ no períoodo de 15 a 18 de outubro, no Ecoparque La Paloma, uma propriedade rural de mata densa às margens do Rio Formoso, distante 15 km da área urbana de Bonito.

O curso tem número limitado de participantes – apenas 25 para não afetar a estrutura ambiental do Ecoparque – e será obedecida a ordem de inscrição para fechamento do grupo. Serão 50 horas aula – quatro dias em tempo integral –  com atividades teóricas e, sobretudo, práticas. Na maior parte da programação os participantes do curso passarão o dia todo no Ecoparque onde será servida alimentação natural e onde poderão tomar banho nas águas do Rio Formoso.

Dentre os objetivos do curso “Construindo com Bambu 2008″, está a difusão e propagação de uma filosofia de vida de aliança com o natural e o simples, resgatando a intimidade entre morador e moradia. Também visa a conservação da natureza ao mesmo tempo em que aproveita os recursos naturais regionais, além de propor formas e soluções alternativas de construção propagando este conhecimento aos profissionais da área.

No trabalho com material natural para a construção procura-se reduzir o consumo dos recursos não renováveis, minimizar desperdícios, racionalizar o uso da água e energia (o local do curso, em Bonito, não possui energia elétrica), criar um ambiente saudável e não tóxico, valorizar o ser humano, os materiais e a cultura local. Nesta filosofia está a permacultura, que será utilizada como base no curso de Gayo.

A permacultura é uma filosofia de vida que permite e incentiva o planejamento, atualização e manutenção de sistemas de escala humana (cidades, vilas, aldeias, etc) ambientalmente sustentáveis, financeiramente viáveis e socialmente justos. Neste aspecto, o curso de Guilhermo Gayo tende a promover uma intensa e respeitosa integração entre os participantes e o ambiente, reforçada pela exuberância natural da região de Bonito.

Durante o curso, todo o material a ser utilizado será de origem natural da propriedade rural. Este, inclusive, é um dos princípios da bioconstrução que ao mesmo tempo em que adota novas tecnologias resgata outras, muitas às vezes de origem milenar. Serão trabalhadas as diversidades de espécies, suas características físicas, químicas e mecânicas, manejo da planta, diversidade de tratamento e uso construtivo.

A organização e realização do curso é do Grupo Maná. O investimento no curso – R$ 650,00 –  inclui hospedagem (para participantes de outras cidades), alimentação (três refeições diárias), transporte (hotel-Ecoparque-hotel), curso e certificado além de material e ferramentas. Para o inscrito residente em Bonito o investimento é de R$ 525,00 (sem hospedagem). Mais informações pelo fone (67) 3255-1973 ou pelos e-mails: mo.mita@hotmail.com e lapaloma@lapaloma.com.br .

Fonte: Ariosto Mesquita – Jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>