Curso ensina artesãs técnica de curtimento de pele de peixes de couro

O Curso de Curtimento de Couro de Cachara, iniciado na semana passada e oferecido pelo projeto de pesquisa da Embrapa Pantanal “Unidade Demonstrativa de Produção de cachara em Tanques Rede no Pantanal”  esta ensinando artesãs da Associação  de Mulheres Organizadas Reciclando o Peixe  – ” Amor Peixe”  uma técnica de curtimento de pele de peixes de couro, facilmente encontradas nos rios pantaneiros.

O químico e técnico em curtimento/gestor ambiental responsável por ministrar a atividade, Lincol Czerwinski, explica que a diferença do trabalho com a  pele do peixe  de couro para o de escama está no processo de curtimento , onde não são empregados produtos que contenham metais pesados: “em todo este processo de  curtimento, visamos  preservar as características particulares da pele da espécie, que são as rajas e os pontos,  de beleza impar. Além disso é preciso muita prática e delicadeza por parte dos artesãos, para não romper as fibras, pois trata-se de uma pele de sensível manejo, ” explica o técnico.

Durante o curso, as alunas aprendem todo o processo: desde a limpeza das pele, os processos químicos empregados, uso adequado de equipamentos de proteção para o manuseio dos produtos, além de receber orientações detalhadas sobre a responsabilidade ambiental do descarte adequado do efluente gerado.

Para Joana, Presidente da Associação Amor Peixe, o aprendizado desta técnica é bem vindo, não só para complemento de renda, mas também para contribuir  na diminuição da poluição das águas dos rios. Segundo ela, essas peles, até então não aproveitadas pela comunidade ribeirinha por falta de técnica de curtimento e descartadas nos rios, agora serão utilizada pelas artesãs: “Poderemos comprar as peles de Cachara e Pintado, que são diariamente pescados nos rios do Pantanal, diretamente do pescador. Antes, essas peles iam para nos rios, poluindo. Agora, vai gerar renda para o pescador e para nós, sendo transformados em produtos bonitos e exclusivos ,” completa Joana.

O curso como principal objetivo treinar mão de obra capacitada  na busca de boas práticas de manejo para o aproveitamento de 100 % do pescado. No ano passado, por meio do projeto de Unidade Demonstrativa, foram realizados  cursos de manipulação de pescado e de culinária a base de peixe. O Projeto de pesquisa da Embrapa Pantanal (Corumbá-MS), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, esta incluído no PAC Embrapa e é financiado com recursos do MPA.

Informações Embrapa Pantanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>