Espeleoturismo no Brasil

Definida como a prática esportiva ou recreativa de visitação à cavernas, o Espeleoturismo é uma atividade em constante crescimento no Brasil. O praticante tem a possibilidade de explorar enormes salões ornamentados, se esgueirar por condutos estreitos, ou ainda, descer centenas de metros em seqüências de intermináveis abismos, são algumas das facetas desta atividade cheia de surpresas para quem a pratica.

A empresa de comunicação AD publicou recentemente um artigo sobre a atividade, citando pssíveis pontos da realização do esporte. Veja abaixo alguns trechos do texto:

“Uma janela para um mundo totalmente novo e desconhecido. Os mistérios que a Terra reserva debaixo de sua pele podem surpreender a qualquer um e, depois de alguns minutos de caminhada entre intrigantes formações rochosas, a agradável recompensa de cachoeiras subterrâneas límpidas e revigorantes, lagos e esculturas naturais. São essas e outras experiências que fizeram surgir o espeleoturismo, uma atividade de aventura que desvenda os segredos do interior do planeta.
 
A atividade pode ser desfrutada em diferentes níveis de dificuldade e obstáculos de acordo com a experiência do praticante. Os iniciantes podem conhecer algumas grutas adaptadas que contam com iluminação artificial, degraus e corrimões. A Caverna de Santana (Vale do Ribeira, SP) é uma opção de local totalmente preparado para receber os turistas que desejam aproveitar este momento único sem muito esforço. 
 
Em outros casos, para aqueles que desejam curtir ao máximo este momento na natureza em ambientes pouco modificados pela ação do homem, a atividade pode ser praticada em grutas com diversos obstáculos e nenhuma ou muito poucas adaptações. Alguns exemplos de cavernas assim podem ser encontrados na Chapada Diamantina (BA) e também no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira, no Vale do Ribeira (SP). Aqui, o destaque é aproveitar o silêncio para apreciar as formações de estalagmites e estalactites e aprender sobre a historia de formação das mesmas com os guias.
 
Já os mais experientes coordenam técnicas de rapel para enfrentar cavernas íngremes na modalidade vertical. Mais praticado em abismos, os visitantes usam cordas e equipamentos específicos para segurança. No Mato Grosso do Sul, um bom exemplo é o Abismo Anhumas, em Bonito, no Mato Grosso do Sul.
 
A diversão do espeleoturismo pode ser encontrada em todo o país. Para garantir a segurança, é importante se certificar de que as empresas são associadas à ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo e de Aventura), que trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>