Festival América do Sul 2009 deve atrair mais público

A cidade de Corumbá sedia, de 29 de abril a 03 de maio, a 6ª edição do Festival América do Sul. A cidade foi escolhida por sua posição estratégica privilegiada como ponto de integração da América do Sul. O lançamento do evento aconteceu no dia 03 de abril, em solenidade realizada no Aeroporto Internacional de Campo Grande, antes do voo inaugural Campo Grande / Bonito, que contou com a presença do governador André Puccinelli e do ministro do Turismo, Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho.

Nas cinco primeiras edições, de 2004 a 2008, foram registrados cerca de 600 mil espectadores, entre artistas, intelectuais, pensadores, autoridades governamentais, turistas, estudantes e a comunidade dos municípios de Corumbá e Ladário, em Mato Grosso do Sul e Puerto Quijarro e Puerto Suarez, na Bolívia.

“Nessa edição teremos várias mudanças: em relação à infra-estrutura e ao espaço, teremos uma nova concepção. A grande tenda no Porto Geral de Corumbá deixa de acontecer e nos vamos concentrar a maioria das atividades na praça Generoso Ponce, com dois grandes palcos: palco das Américas e palco Brasil, no mesmo perímetro. Ali também teremos o Pavilhão de Artesanato e a utilização, no porto, do Moinho Cultural e também da Casa Vasquez, para a realização de atividades de teatro e dança. Portanto é uma nova roupagem do festival”, explanou Américo Calheiros.

Outra boa notícia para a população é a gratuidade do evento: “Com o cancelamento da grande tenda, teremos todas as atividades gratuitas para a população, isso sem duvida fará com que haja uma afluência maior de pessoas”, explicou Américo Calheiros.

O Festival América do Sul é um grande painel das expressões artísticas e culturais, que se fazem presente por meio da música, cinema, literatura e artesanato. “Essa edição oferece uma programação bastante diversificada, com as expressões culturais de nove países que participarão do festival. Corumbá vai viver momentos inesquecíveis”, afirmou o presidente da FCMS Américo Calheiros.

Nilde Brun, diretora-presidente da Fundtur e presidente do Fórum Nacional de Dirigentes e Secretários Estaduais de Turismo (Fornatur), afirmou que, além de movimentar a cena cultural do município sede e do Estado, o objetivo do festival é injetar a economia local, para que a população seja beneficiada. “Contamos com o apoio da população para aproveitar este evento maravilhoso e ajudar a divulgar nossas potencialidades para toda a América do Sul, convidando parentes e amigos de outros Estados e países e virem para o Festival”, disse ela.

O ministro do Turismo, Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho, ressaltou em discurso a importância da realização do evento e da participação popular no Festival: “É um estado que tem grande importância devido a sua posição privilegiada, com fronteira com o Paraguai e a Bolívia, com divisa com quatro estados, com mais de 60% do pantanal em seu território; uma região rica em belezas naturais, com grande oportunidade de se tornar um grande centro econômico com matriz econômica no turismo, além da agropecuária. Parabéns ao prefeito de Corumbá, ao governador, à bancada federal, ao trade turístico e aproveito a ocasião para convidar a todos a estarmos lá em Corumbá, de 29 de abril a 03 de maio, na 6ª edição do Festival América do Sul.”

As atrações musicais nacionais e internacionais são Elza Soares (29 de abril), Zeca Baleiro (30 de abril), Paralamas do Sucesso (2 de maio), Luiz Melodia (3 de maio), La Secreta (Paraguai), Pedro La Colina (Chile), Wayramanta (Peru) e Orquestra Típica de Tango “De Puro Guapos” (Argentina). As atrações musicais locais ficam por conta de Mandioca Loca, Facas Voadoras, Banda Grass, Tostão e Guarany, Erick e Roger Batista e Benites.

As atrações de dança, teatro e circo serão apresentadas pelo grupo de dança folclórica Caporales (Bolívia), Grupo Tá na Rua, Cia Ânima de Teatro e Performance (RJ), Duo Ângelo Madureira e Catarina (SP), Solo Paula Águas (RJ) mais os artistas de rua independentes. Entre as atrações locais estão Grupo Teatral Flor e Espinho, Associação Cultural Fulano Di Tal, Cia das Artes, Cia Dançurbana e CTG Chama Crioula.

Fonte: Notícias MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>