Festival de Inverno de Bonito e férias no melhor destino do MS

É no Mato Grosso do Sul que fica localizada essa joia da natureza brasileira. Ao sudoeste da capital, Campo Grande, e a 180 km do Pantanal, dentro da Serra da Bodoquena, fica Bonito, cidade que merece este nome.

A natureza é sua principal atração, com paisagens inesquecíveis. São muitas opções para a explorar: cavernas, mergulhos em lagos e rios de águas cristalinas, aquários naturais, balneários, cachoeiras, trilhas e cavalgadas.

Bonito talvez nem teria tanta fama se não fosse um peão de fazenda encontrar, em meados dos anos 70, um buraco de 72 m no chão, com um imenso lago cristalino, batizado de Abismo Anhumas. Desde então, as outras maravilhas naturais do local foram ganhando infraestrutura turística e, na década de 90, a cidade se consolidou com um famoso destino turístico.

Nos períodos de férias (julho, dezembro e janeiro), a cidade chega a receber uma média de 60 mil visitantes e nos outros meses média de 20 mil. No total, são 86 locais de hospedagens, entre hotéis, pousadas e resorts.

Bonito é o local perfeito para quem procura aventura e ecoturismo, com rios de águas limpas e matas ciliares intocáveis, mas é também um ótimo programa familiar. A cidade pode ser visitada o ano inteiro. Até no período mais frio existe todo um preparo para que os turistas possam entrar na água.

O Balneário do Sol, às margens do rio Formoso, é um ótimo programa para famílias com crianças, pois oferece a possibilidade de nadar em piscinas naturais ou no próprio rio, em meio aos peixes. Além das cachoeiras, o local possui carretilhas, trampolim, lanchonete, restaurante, quiosques para churrasco, redário, quadras de vôlei e futebol de areia.

Com menos atrações, o Balneário Municipal também é um bom passeio para as famílias.

Com informações: Jornal da Cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>