Fluxo de turistas no Estado aumentou 4,5% no ano passado

Mato Grosso do Sul recebeu mais turistas em 2007 do que em 2006. Dados da Fundação de Turismo (Fundtur) mostram que foram recebidos no Estado 868.394 hóspedes, de acordo com o Boletim de Ocupação Hoteleira (BOH). Isso representa um aumento de 4,58% em relação ao ano anterior.

Segundo a diretora-presidente da Fundtur, Nilde Brun, o maior crescimento foi registrado no fluxo de turistas de Campo Grande, “pela localização geográfica dentro do Estado, por ser o centro político-administrativo de Mato Grosso do Sul e por causa do turismo de eventos e negócios”, diz. Para ela, o Estado precisa trabalhar o aumento de fluxo de turistas por meio da divulgação com o público direto e o empresariado. “A participação do empresariado é de fundamental importância, pois é ele que comercializa, traz o turista e disponibiliza produtos e serviços”.

Em Campo Grande os visitantes corresponderam a 47,57% do total da movimentação hoteleira; em Bonito, 12,92% e região do Pantanal – Aquidauana, Anastácio, Miranda e Corumbá – 11,84%. A região da Costa Leste – Três Lagoas, Aparecida do Taboado e Bataguassu – apresentou aumento significativo de 10,7% de turistas em 2007, comparado aos números de 2006, totalizando 92.918 visitantes. O governo do Estado tem incentivado e apoiado a divulgação, a promoção e os investimentos públicos e privados que estão acontecendo na região. “E os municípios juntos estão comprometidos, o que já começou a ter reflexo”, diz Nilde. Segundo a Fundação de Turismo, são estimados 726 meios de hospedagem com 30.294 leitos localizados nos centros urbanos, áreas rurais e pesqueiras.

Os números mostram ainda um aumento nos desembarques e embarques aéreos em Campo Grande, Corumbá e Ponta Porã. A Infraero registrou o movimento de 796.760 passageiros, o que representa um aumento de 3,80% em comparação a 2006. Já com relação à entrada e saída de estrangeiros, passaram pelo controle de imigração na Capital, Corumbá e Ponta Porã, 75.704 turistas – um aumento de 14,17% (dados da PF/MS), número que tende a ser maior, pois existem os que entram em Mato Grosso do Sul utilizando outros portões aéreos e rodoviários do País.

“Esse aumento de fluxo de estrangeiros é conseqüência do investimento que o governo do Estado está fazendo para promover Mato Grosso do Sul em outros países com feiras, road shows, seminários, fam turs, press trips e material publicitário de qualidade. A participação dos empresários nesses eventos também é de suma importância, pois isso facilita o processo de comercialização”, finaliza Nilde.

 

Fonte: Portal Bonito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>