Guias registram flagrante de antas no Recanto Ecológico Rio da Prata

Durante o mês de janeiro, os guias de turismo André Turati e Marcos Violante registraram duas imagens no passeio de flutuação no Recanto Ecológico Rio da Prata, localizado em Jardim (MS). Uma anta e seu filhote  atravessando e mergulhando nas águas cristalinas do rio Olho D`água.

Considerada o maior mamífero terrestre do Brasil, a anta pode alcançar até 1,20 m de altura e é uma ótima nadadora. Tanto que quando assustada corre para regiões de mata ou salta na água.

O passeio de flutuação no Rio da Prata é realizado na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) – Fazenda Cabeceira do Prata – categoria de unidade de conservação da legislação ambiental brasileira, que permite a proteção perpétua de uma área sem a necessidade de desapropriação, sendo criada por iniciativa do proprietário.

O local abriga uma surpreendente riqueza de espécies. Já foram identificadas 43 espécies vegetais aquáticas e 406 terrestres; 37 espécies de mamíferos não voadores; 228 espécies de aves; 17 espécies de anfíbios; 23 espécies de répteis; 56 de peixes e 29 de invertebrados aquáticos, de acordo com os dados do Diagnóstico Ambiental da RPPN.

Destas, diversas espécies de plantas, aves, mamíferos e um réptil estão ameaçados de extinção em âmbito nacional e internacional. Além disso, dentro da RPPN foram registradas uma nova espécie de mamífero do gênero Rhipidomys, duas novas espécies de peixes, três espécies de aves inéditas para a região (Neopelma pallescens, Xenopsaris albinucha e Coryphaspiza melanotis) e 22 espécies de aves migratórias.

Saiba mais no Portal Bonito Web!

Por Carla Layane

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>