Invertebrados da Serra da Bodoquena são destaques em jornal de MS

A edição impressa do Jornal Correio do Estado de hoje (6), traz novamente o caderno especial sobre Ecologia. Entre diversos assuntos, destaca-se um texto sobre os invertebrados da Serra da Bodoquena (MS).

Veja um trecho abaixo:

Desde 2008 um grupo de 38 pesquisadores de 15 instituições nacionais e uma internacional, além de 15 estudantes de pós-graduação e cinco de graduação dedicam-se a estudar os invertebrados.

Com o projeto “Invertebrados na Bodoquena: superando limites Linneanos e Wallaceanos em estratégias de biomonitoramento e conservação”, o grupo avalia a riqueza de espécies de invertebrados na região para promover a conservação, uso, gestão e restauração da diversidade biológica para sustentabilidade socioeconômica e ambiental.

…o Parque Nacional da Serra da Bodoquena (PNSB) é a única Unidade de Conservação (UC) federal de proteção integral no Mato Grosso do Sul e está localizado em áreas de quatro municípios: Bodoquena, Bonito, Jardim e Porto Murtinho. Os invertebrados dali não fogem às estimativas nacionais, de que desconhecemos a maior parte da nossa biodiversidade.

…o Professor Doutor em ecologia, docente da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e coordenador do projeto, Fábio de Oliveira Roque, alerta que a falta de informações sobre a biodiversidade brasileira é preocupante…

As idas a campo para coleta de amostras animaram os pesquisadores. Até o momento, já foram encontradas mais de 30 espécies de insetos aquáticos que não eram registrados para o Estado de Mato Grosso do Sul.

Por Carla Layane

Com informações Correio do Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *