Monólogo estará no 9º Festival de Inverno de Bonito

A peça teatral “Amor Sacro e Profano”, inspirada na vida da artista plástica Lydia Baís, que é interpretada pela atriz Bianca Machado, radicada no município de Corumbá há mais de 20 anos, está entre as peças que serão apresentadas no 9º Festival de Inverno de Bonito. A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) publicou ontem, 2 de julho, no Diário Oficial, a lista de artistas locais que irão participar do evento, que acontece de 30 de julho a 3 de agosto.

Em formato de monólogo, mas intercalando cenas em vídeo-fotografia, “Amor Sacro e Profano” traça um paralelo da vida da artista plástica Lydia Baís, desde o nascimento até sua morte (1900-1983), através de duas personagens: a própria Lydia, representada em sua mocidade, e Maria Teresa Trindade, a narradora, que já velha e esquizofrênica rememora o passado da artista.

“Amor Sacro e Profano” explora os limites humanos em direção à realização dos sonhos, mostrando a luta de Lydia – enfrentando todas as barreiras impostas pela época em que viveu – para se tornar uma artista. A incansável trajetória em busca da realização profissional foi resumida pela artista em uma frase recorrente dita por elas aos familiares: “por minha causa vocês vão ficar na história”.

Bianca Machado desenvolve em Corumbá intenso trabalho de produção cultural, e também dedica-se à direção da “Companhia de Teatro Maria Mole”, criada por ela no município pantaneiro. A atriz lembrou que esse monólogo já tem dois anos e iniciou suas apresentações na Capital Sul-mato-grossense, “Todas essas apresentações são muito importantes, pois significam trazer a Lydia de novo para o Estado, contando sua história que tem grande relevância para MS”, salienta Bianca.

O roteiro da peça, escrito por Dannon Lacerda, que também assina a direção em conjunto com Sidy Correa, baseia-se no livro “Lydia Baís”, de Maria Teresa Trindade, e em depoimentos de pessoas que conheceram a artista. Contudo, a produção não se limita a uma biografia uma vez que agrega ficção e elementos subjetivos.

Fonte: Corumbá Online

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>