MS realizará palestras sobre RPPN

O Programa Apoio para Implementação do Plano de Ações para a REPAMS coordenado pela Associação de Proprietários de RPPN do MS (REPAMS) e o WWF-Brasil realizam na próxima quinta-feira, 24 de abril, a palestra Marketing Verde e os benefícios financeiros a partir da criação de uma RPPN, ministrada pela professora e administradora Ana Cristina Trevelin às 19h, na sede do Sindicato Rural de Bonito. Outra reunião com mesmo tema acontecerá no dia 29 de Abril (terça-feira) no Sindicato Rural de Miranda (MS)

A reunião objetiva levar aos proprietários rurais da região e interessados pelo tema informações sobre o significado de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), sua importância e motivação de criação. No evento, serão mostrados os benefícios ambientais de uma reserva e possíveis oportunidades financeiras, como o marketing verde, voltado à bovinocultura tipo exportação ou ao ecoturismo. Para exemplificação serão apresentados alguns conceitos e estratégias de marketing que podem ser utilizados pelo empreendedor.

“As RPPNs são mais uma estratégia para a proteção de áreas de grande relevância ecológica, permitindo a manutenção de importantes espécies da fauna e da flora pantaneira”, diz Laércio Machado de Sousa, presidente da REPAMS e proprietário das RPPNs Neivo Pires I e Neivo Pires II, localizadas no município de Miranda (MS). Segundo Sousa, a participação do setor privado na conservação da biodiversidade, especialmente na planície pantaneira, é bastante significativa já que grande parte das terras são propriedades privadas. “A mudança na matriz energética que impulsiona os cultivos de cana-de-açúcar e de milho, por exemplo, tem ocasionado perdas significativas da nossa biodiversidade. As RPPNs são uma forma de amenizar essas perdas”, afirma Sousa.

Eduardo Mongelli, analista de programas de conservação sênior do WWF-Brasil avalia que é fundamental falar diretamente ao proprietário rural, poder público e técnico sobre a importância que as RPPNs têm na conservação dos recursos naturais. “Os benefícios trazidos por este tipo de unidade de conservação agregam valor e importância ao município, melhorando a qualidade de vida da população, pois estes tipos de áreas conservadas podem trazer um incremento na atividade turística, divulgando a região, gerando empregos e aumentando a economia local”, salienta Mongelli.

O evento conta com apoio das seguintes instituições: Bionúcleo Gestão Ambiental e Empresarial, Instituto das Águas da Serra da Bodoquena (IASB), Sindicato Rural de Bonito, prefeitura de Bonito e Jardim, Instituto de Ensino Superior da FUNLEC (IESF), prefeitura de Miranda e Sindicato Rural de Miranda. 

Parceria: O evento de mobilização é uma das ações da parceria entre a REPAMS e o WWF-Brasil, que prevê uma série de atividades de comunicação e mobilização. Entre elas, a reestruturação do site da REPAMS, reedição e reimpressão de folder institucional da REPAMS e do Guia para criar e Implementar Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), produção de  camisetas institucionais, banners, propaganda em jornal impresso; apoio na elaboração integrada de Plano de Manejo de RPPNs de MS e realização de evento para divulgação do Fundo de Apoio às RPPNs do Pantanal e Cerrado de MS (FAPACE).

O que é uma RPPN: Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) é uma categoria de unidade de conservação criada pela vontade do proprietário rural, ou seja, sem desapropriação de terra. No momento que decide criar uma RPPN, o proprietário assume compromisso com a conservação da natureza. Além de preservar belezas cênicas e ambientes históricos, as RPPNs assumem, cada vez mais, objetivos de proteção de recursos hídricos, manejo de recursos naturais, desenvolvimento de pesquisas cientificas, manutenção de equilíbrios climáticos ecológicos entre vários outros serviços ambientais. Atividades recreativas, turísticas, de educação e pesquisa são permitidas na reserva, desde que sejam autorizadas pelo órgão ambiental responsável pelo seu reconhecimento.

Programação dos Encontros:

19h às 19h 30: Boas vindas da equipe organizadora do evento

19h 30 às 20h: Palestra Institucional REPAMS e WWF-Brasil

20h às 21h 30: Palestra “Marketing Verde” com Ana Trevelin, diretora técnica da Bionúcleo Gestão Ambiental e Empresarial e docente nos cursos de Turismo e Administração Rural do Instituto de Ensino Superior da FUNLEC – IESF de Bonito/MS.

Fontes:

Laércio Machado de Souza – Presidente REPAMS
Contato: (67) 3025-7462

Eduardo Mongelli Araujo – Analista de programas de conservação sênior.
Contato: (67) 3325.0087

 

Assessoria de Comunicação:

Daniela Venturato – REPAMS (67) 30257462 ou (67) 8411-9806
Geralda Magela – WWF (61) 8165-6809

 

 

 




Associação de Proprietários de RPPNs do Mato Grosso do Sul – REPAMS

A REPAMS é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, com sede no estado de Mato Grosso do Sul desde 2003. Congrega proprietários de RPPNs – Reservas Particulares do Patrimônio Natural, sendo seu principal objetivo preservar o meio ambiente em áreas particulares, contribuindo desta forma para o aumento, em área e qualidade, das unidades de conservação. A REPAMS promove a divulgação das Reservas Privadas, e de seus objetivos de conservação, e atua em parceria com o poder público e ONGs no apoio a gestão de reservas existentes e na criação de novas RPPNs.

WWF-Brasil

O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira dedicada à conservação da natureza, atuando com o objetivo de harmonizar a atividade humana, a conservação da biodiversidade e o uso racional dos recursos naturais renováveis. O WWF-Brasil integra  a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>