Necessidade de trabalho conjunto é discutido em Feira Ambiental

Teve incício na quarta-feira (05), a edição de 2013 da Feira Ambiental e Social de Bonito: Conhecer para Preservar. O evento, promovido pelo Instituto das Águas da Serra da Bodoquena (IASB), coincide com o Dia Mundial do Meio Ambiente, e tem como objetivo ampliar o conhecimento da comunidade local acerca das questões ambientais que abrangem a região.

A solenidade de abertura, ocorreu no Centro de Convenções de Bonito, estiveram presentes: Eduardo Coelho, presidente do IASB; Josmail Rodrigues, vice-prefeito de Bonito, representando o prefeito Leleco; Pedro Rosário, presidente da Câmara dos Vereadores; Juliane Salvadori, secretária de turismo; Fabrício de Souza Maria, secretário do meio ambiente; Zenilda Rezende, secretária de educação e João Rocha, diretor regional dos Correios.

Para o vice-prefeito do município, as ONG`s, empresas privadas e o governo devem se unir em prol da melhoria da qualidade de vida da população e da promoção de ações como essa. “Nós temos um compromisso com o lixo de Bonito, a população precisa aderir à consciência de cuidar dessa questão. A cidade é importante destino de ecoturismo do país, devemos fazer um trabalho consciente que gere emprego e renda.”

Ainda durante a cerimônia houve a entrega do certificado de 500 mudas plantadas por meio do programa Plante Bonito e a abertura da IV Conferência Municipal do Meio Ambiente pelo secretário Fabrício de Souza Maria, que lembrou a importância do compromisso de todos com a redução dos impactos ambientais. Segundo ele, 80% dos resíduos que poderiam ser reciclados não são, por isso é de extrema urgência a necessidade da conscientização da coleta seletiva.

Lançamento do Selo dos Correios:
Em comemoração ao Ano Internacional de Cooperação pela Água, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Correios, lançou um novo selo.

Segundo João Rocha, diretor regional da empresa, a questão de preservação ambiental é uma necessidade e não uma escolha. “Todos devem atuar como defensores da natureza. O meio ambiente reage de acordo com nossas ações, se fizermos bem a ele, colheremos bons frutos.”

O desenho do selo representa o uso pacífico e sustentável dos recursos hídricos, por meio do uso de um conta-gotas que passa de forma cíclica dentro, fora e ao redor do globo.

A arte possui detalhes que transmitem os efeitos concebidos à Terra e às pessoas pela água: um pedaço de solo árido sendo tomado pelo verde, árvores, plantação e o saciamento sugerem desenvolvimento humano, integridade do meio ambiente e erradicação da pobreza e da fome.

A Feira Ambiental e Social continua com sua programação. O público pode participar de palestras, oficinas, exposições, apresentações teatrais e jogos, todas as atividades são gratuitas.

Com informações: Bonito Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>