Normas brasileiras de turismo de aventura

Na última semana, o Brasil passou a coordenar o grupo de trabalho WG 7 – Turismo de Aventura da ISO (órgão internacional responsável pela padronização e normalização de bens e serviços e reconhecido pela Organização Mundial do Comércio).

“A escolha do Brasil para coordenar o GT é o reconhecimento da qualidade e efetividade da nossa normalização e resultado dos investimentos feitos pelo Ministério do Turismo na qualificação do Turismo de Aventura. Com isso, o país é posto em patamar de visibilidade muito importante”, destaca Luciano Paixão, coordenador geral de Qualificação e Certificação do Ministério do Turismo (MTur). As normas brasileiras foram criadas a partir da parceria entre o MTur e a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Representantes do MTur participaram entre os dias 19 e 22 de abril, das reuniões dos grupos de trabalho do Comitê Técnico da ISO, em Foz do Iguaçu. Representantes de 13 países debateram propostas de normalização do setor e da prestação de serviços turísticos. Com isso, busca-se aperfeiçoar o padrão de qualidade em âmbito internacional. Temas, como as normas internacionais de praias, foram abordadas. A cidade de Puerto Iguazú, na Argentina, também fez parte do evento, recebendo os grupos de trabalhos e discussões sobre os serviços de recepção em centros de atendimentos a turistas (CAT`s) e áreas naturais protegidas.

Atualmente, países diferentes coordenam grupos de trabalho que discutem a normalização de Atividades de Mergulho, Turismo na área de saúde, Postos de Informações turísticas, Golf, Turismo em Praias e Turismo em Áreas Protegidas.

Normas no setor

O Ministério do Turismo (MTur), em parceria com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), já publicou cerca de 70 normas para o setor, relacionadas a ocupações e competências de pessoas, turismo sustentável e turismo de aventura. Estas normas estão disponíveis para consulta nos sites da ABNT (www.abnt.org.br) e do Ministério do Turismo (www.turismo.gov.br). 

Com informações Ministério do Turismo 

ASCOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>