Observação de aves nas RPPNS de Mato Grosso do Sul

Recentemente, a bióloga Tietta Pivatto teve a oportunidade de conhecer novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNS), no estado de Mato Grosso do Sul, para fazer o inventário da avifauna local para o Plano de Manejo.

RPPN Xodó do Vô Ruy

Com 487 ha, essa unidade abriga uma mata semidecidual diferenciada. Foi encontrado 123 espécies de aves, incluindo endêmicas do Cerrado como o bico-de-pimenta (Saltator atricollis) e gralha-do-campo (Cyanocorax cristatellus), mas também espécies cujo centro de irradiação é a Mata Atlântica, destacando-se o pica-pau-benedito (Melanerpes flavifrons) e o tiriba-de-testa-vermelha (Pyrrhura frontalis). No caso do periquito, quem domina por lá é o tiriba-fogo (Pyrrhura devillei).

RPPN Cara da Onça

Localizada às margens do rio Salobra, possui 11 ha, é vizinha do Parque Nacional Serra da Bodoquena e do Boca da Onça Ecoturismo. Fica quase em frente à cachoeira de mesmo nome, considerada a mais alta do Estado. A geografia local favoreceu o surgimento de um vale que está sempre úmido, parecendo mesmo um pedaço de Mata Atlântica no meio do Cerrado.
Foram encontradas as seguintes aves: o estalador (Corythopis delalandi) e o pavó (Pyroderus scutatus) são típicas desse ambiente, entre outras 68 espécies nesta pequena reserva.

A bióloga já havia passado pelas seguintes RPPNS no Estado de MS: Dona Aracy em Miranda, Rio Negro em Aquidauana, Rio Sucuri e Fazenda da Barra em Bonito, Fazenda Cabeceira do Prata e Buraco das Araras em Jardim.

Conduzido através da REPAMS e seus parceiros, em seis anos de existência contabiliza cerca de 40 RPPNs no Estado garantem a proteção de quase 130 mil hectares de áreas naturais. Uma das caracterísiticas das RPPNS é que sua criação se dá a partir do interesse do próprietário da terra, sem no entanto significar que este perca o direito à mesma. Continua sendo privada, mas protegida para sempre.

Para saber mais sobre RPPNs e como criar uma em sua propriedade, acesse o site da REPAMS.

Por Carla Layane

Com informações Tietta Pivatto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>