Orquídea pode ser novo símbolo de Campo Grande

A orquídea Cattleya nobilior de cor roxa vai virar símbolo oficial de Campo Grande (MS). Para alcançar este objetivo, o prefeito Nelsinho Trad enviou um projeto de lei para a Câmara dos Vereadores tornando a flor símbolo da cidade. No início do mês de agosto, o município sediou a 5ª Exposição Nacional de Orquídeas, no Armazém Cultural, dentro da programação oficial dos 111 anos de Campo Grande, que reuniu mais de 20 mil visitantes durante os três dias do evento.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, de Ciência e Tecnologia e do Agronegócio, Natal Baglioni Meira Barros, o principal objetivo do evento foi dar destaque a Cattleya nobilior. “Esta espécie floresce justamente em agosto, mês do aniversário da Capital”, explicou Natal. A orquídea é a planta mais cultivada no mundo e a espécie de Campo Grande já é exportada até para o Japão.

O presidente da Associação Campo-grandense de Orquidofilia e Ambientalismo (Acoa), Wenceslau Carlos de Oliveira disse que o evento superou as expectativas. Foram realizados três cursos básicos de cultivo de orquídea, que reuniram mais de 60 pessoas em cada curso e duas palestras com participação de mais de 50 pessoas em cada.

Valorização – O expositor Sérgio Ostetto concorda com a afirmação da Acoa e parabenizou a organização do evento destacando o grande público presente. “A orquídea é uma das plantas mais cobiçadas do mundo e o tipo Campo Grande, como o nome já diz nobilior, é uma das mais nobres da espécie”, disse. Para ele, com a lei aprovada, a espécie vai ser mais valorizada.

Participaram do evento colecionadores de orquídeas do Mato Grosso, Goiás, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e de São Paulo. Simultaneamente ao evento, aconteceram a 2ª Exposição Nacional de Cattleya nobilior de Campo Grande e a 2ª Exposição Estadual de Orquídea de Campo Grande. O evento foi organizado pela Acoa em parceria com a prefeitura por intermédio da Sedesc.

Com informaçoes MS Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>