Pantanal sedia reunião sobre hotéis-fazenda

Para lapidar o conceito de hotel-fazenda, está sendo realizado um encontro na Estância Ecológica SESC Pantanal, situada nos municípios mato-grossenses de Poconé e Barão de Melgaço, às margens do rio Cuiabá. A reunião tem como objetivo discutir a terceira etapa da formatação do novo Sistema de Classificação de Meios de Hospedagem no Brasil.

Promovido pelo Ministério do Turismo (MTur), em parceria com o Inmetro e a Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM), o evento propõe a elaboração de oito matrizes de classificação, divididas em diferentes modalidades de meios de hospedagem: hotel-fazenda, hotel urbano, resorts, cama-e-café, flats, hotel histórico, pousadas e hotel de selva.

Os princípios para classificação dos Meios de Hospedagem são definidos inicialmente em oito tipologias: Legalidade, Consistência, Transparência, Simplicidade, Agregação de Valor, Imparcialidade, Melhoria Contínua e Flexibilidade.

Segundo a coordenadora geral de Serviços Turísticos do MTur, Rosiane Rockenbach, a nova matriz irá elevar o Brasil no quesito da estrutura hoteleira. “O objetivo principal do encontro é elaborar a matriz de hotel-fazenda, com o intuito de diferenciar o Brasil em termos de competitividade turística, sempre de acordo com a nossa realidade. Além disso, a classificação hoteleira vai beneficiar muito os consumidores”.

“A iniciativa do MTur de trabalhar uma nova classificação é interessante, pois incentiva a estruturação do setor”, disse Luiz Verdun, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Mato Grosso (ABIH-MT).

Com informações Mtur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *