Parceria vai divulgar a ciência pelo teatro

Já estão abertas as inscrições para a comunidade de Corumbá  participar do projeto “Teatro popular da arte pantaneira: todo ser humano é teatro”, desenvolvido em parceria entre a Embrapa Pantanal e a Casa Brasil do Moinho Cultural Sul-Americano.

As inscrições podem ser feitas na Casa Brasil, de terça a sexta, das 8h30 às 11h e das 13h30 às 17h, e aos sábados, das 13h30 às 17h, com a bióloga Vanessa Padilha. Ela é estagiária do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e vai coordenar as oficinas de teatro que vão envolver a comunidade para divulgação da ciência.

As oficinas são direcionadas a adolescentes de 12 a 18 anos, mas outras faixas etárias podem procurar Vanessa, se houver interesse. As aulas começam dia 11 de março, na Casa Brasil, que criou um Laboratório de Divulgação da Ciência.

Nos três primeiros meses haverá um trabalho de expressão corporal. Depois disso, começam os ensaios e encenações dos roteiros envolvendo temas científicos sugeridos pelos pesquisadores da Embrapa Pantanal (Corumbá-MS), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Segundo Vanessa, o teatro como linguagem atinge mais que diretamente as pessoas de maneira lúdica, interativa, informativa e cultural. Um dos objetivos é a inclusão social da comunidade, que terá acesso à prática e reflexão teatral.

Entre os resultados esperados pelo projeto estão a sensibilização da comunidade sobre a importância da pesquisa científica para o desenvolvimento social, cultural e sustentável da região, o incentivo a futuros profissionais para que trabalhem com pesquisa científica e não se limitem à carga horária escolar, além de reforçar o valor das artes cênicas como uma metodologia de ensino prática à cultura regional.


CASA BRASIL


Casa Brasil é um projeto do governo federal que tem como principal objetivo reduzir a desigualdade social em regiões de baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). A proposta é levar para esses locais um espaço que privilegia a formação e a capacitação em tecnologia aliada à cultura, arte, entretenimento e participação popular, com forte apoio à produção cultural local.

Superando conceitos de inclusão digital vigentes, o Casa Brasil não leva somente computadores e conectividade. O projeto permite que a comunidade se aproprie da sua unidade, transformando-a em um espelho cultural do local em que foi implementada, concedendo também aos cidadãos a liberdade de decidir, via conselho gestor, os rumos das atividades que são oferecidas aos freqüentadores. Em Corumbá, o projeto foi implantado em parceria com o Instituto Homem Pantaneiro. A Embrapa Pantanal é um dos integrantes do conselho gestor da Casa Brasil.
 
Ana Maio
Jornalista – Mtb 21.928
Área de Comunicação e Negócios-ACN
Embrapa Pantanal
Corumbá (MS)
(67) 3233-2430 ramal 235


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>