Pássaros necessitam de atenção especial no inverno

Durante o inverno os pássaros  exigem cuidados especiais . Seus donos devem aquecê-los  e tentar mantê-los fora de correntes de vento.

É importante que o pássaro fique no sol durante o período mais quente do dia, para que a ave possa se aquecer naturalmente, mas isso deve ser feito apenas por curtos espaços de tempo, para que o animal não pegue friagem e desenvolva doenças respiratórias. 

Mas como saber se o seu pássaro está com uma doença respiratória? Basta analisar os sinais emitidos pelo bicho. Doente, o pássaro fica amuado, quieto na gaiola, sem comer, abrindo o bico freqüentemente, devido à dificuldade de respirar.

Se o seu passarinho apresenta estes sintomas, fique atento para ver se ele não apresenta alguma das doenças abaixo:

ASMA

Causas: poeira, friagem, alimentos condimentados, gaiolas sujas, mudanças no clima e mal ventilação do criadouro.
Sintomas: Respiração difícil acesso asmático freqüente e ofegante. Em casos muito graves imobilidade, olhos entreabertos, penas soltas, respiração acelerada intermitente com emissão de pequenos gemidos.
Tratamento: Eliminar frio, vento, poeira, úmida, colocar a ave em gaiola com temperatura de 30ºC, na hora da crise administrar gotas de adrenalina a 1./10.000, antibióticos e tânicos.

BRONQUITE OU TRANQUEITE
 
Causas: Correntes de ar, aves em local de ar não renovado, bruscas mudanças de temperaturas.
Sintomas: A ave perde o apetite, narinas obstruídas, bico aberto, rouquidão e catarro, a ave não canta e fica agitada.
Tratamento: Colocar a ave separada numa temperatura de 30ºC e administrar antibióticos e vitaminas A e D e aviobitina na água de beber. 

CORIZA

Causas: Bruscas mudanças climáticas, aves em locais úmidos, aves mal alimentadas, falta de vitamina C.
Sintomas: Corrimento nasal, tosse, respiração difícil, mucosa congestionada, falta de vivacidade, aneroxia.
Tratamento: Limpar as narinas com cotonete impregnado em solução de permanganato de potássio, com 1./1.000. Administrar antibióticos com penicilina mais estreptomicina, clorofenicol na água de beber, vitaminas, aviobitina e Neo Sulmetina SM. 

Fonte:  Blog Aves e Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>