Poeta preza conservação da natureza durante o Festival de Inverno de Bonito

No quarto dia do Festival de Inverno de Bonito, sábado, a programação já começou com um bate papo literário com o poeta Thiago de Mello, ás 10h, no Ecoespaço. Ele falou de suas obras, natureza e principalmente da necessidade de cuidar da mãe natureza.

 

Em seu discurso, simples, mas sábio e rígido no sentido de que devemos cultivar em nossa cultura, o hábito da conservação, da preservação com o meio ambiente, ele recitou alguns de seus poemas, como os famosos “Os Estatutos do Homem” (1964) e “Faz Escuro Mas Eu Canto”(1965).

 

O diálogo durou em torno de 1h e meia, e emocionou muitos dos espectadores. Na primeira fileira, estava Maria da Glória Sá Rosa (autora do livro Música de MS), entre outros. O poeta, que nasceu em Manaus,impressionou a todos com seu jeito simples e pelo seu amor à vida. Ficou conhecido pela sua luta em prol dos Direitos Humanos, Meio Ambiente, Paz e Igualdade Social.

 

Uma de suas falas que marcou o debate foi “Um dos alicerces fundamentais do ser humano que chega ao mundo é a leitura. Também é importante porque de repente ilumina a vida de qualquer um”, disse o poeta. Thiago de Mello também defendeu a simplicidade na escrita, tanto por poetas, quanto por profissionais que lidam com a escrita. “Os autores devem ter um compromisso com a linguagem simples e clara, acessível ao leitor comum. É um respeito áqueles que não nasceram com um dom de ser escritor”, afirmou.

 

O poeta que possui 83 anos e já passou por algumas cirurgias no coração, demonstrou, apesar da idade, disposição e ficou de pé algumas vezes, durante o diálogo, para falar com o público. Em uma destas ocasiões, ele falou sobre a necessidade de preservar a Floresta Amazônica. 

 

Ao final do debate, ele se levantou novamente e atendeu a um pedido da escritora Maria da Glória e recitou um poema. Logo após, o poeta se reuniu com a imprensa para uma breve coletiva e recebeu carinhosamente fãs e admiradores para tirar fotos.

 

Por Bárbara Ferragini

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *