Prêmio Sebrae Mulher de Negócios contempla empresária de Jardim

Aconteceu ontem (30), em Campo Grande (MS), a 6º edição do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios que tem como objetivo valorizar as empreendedoras sul-mato-grossenses que lutaram pelo seu sustento, romperam barreiras e hoje contribuem de forma significativa para a criação de novas oportunidades de trabalho no estado.

A proprietária dos atrativos ecoturísticos Estância Mimosa, em Bonito, e Recanto Ecológico Rio da Prata, em Jardim, Simone Spengler Coelho foi contemplada com o 3º lugar entre as 8 finalistas.

“Me senti muito honrada e quero dividir o prêmio com minha família e com nossos colaboradores. Esse prêmio é muito importante para o reconhecimento da mulher empreendedora, pois mostra a força das cidadãs sul-mato-grossenses. Estou muito feliz”, disse Simone, após o recebimento do troféu.

Entre as inscritas, foram selecionadas oito finalistas. São elas:

– Simone Spengler Coelho, Estância Mimosa e Recanto Ecológico Rio da Prata;
– Andréa Diniz – Andréa Doces, de Campo Grande;
– Cátia Araújo Softov – Panificadora Softov, de Coxim (MS);
– Laureane Carneiro – Paulo Pneus, de Campo Grande;
– Graciela de Oliveira – Móveis Oliveira, de Nova Alvorada do Sul;
– Magali Aidê – Travessia Modas, de Nova Andradina;
– Rosalina Feitosa, Ótica Ipanema, de Campo Grande;
– Maria da Silva Barbosa, Restaurante Paladar, de Nova Alvorada do Sul.

Vencedoras

A empresária Cátia Softov conquistou o 1º lugar e irá concorrer no dia 8 de abril em Brasília, na etapa nacional do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. “Quero agradecer a Deus por mais essa alegria em minha vida, ao Sebrae MS e toda equipe pelo incentivo. O prêmio nos motiva a divulgar as nossas histórias de vida. Estou muito feliz em poder representar o Mato Grosso do Sul na próxima semana”, conclui.

O 2º lugar ficou com a empresária Andréa Diniz, da empresa Andréa Doces. “Me considerei vitoriosa por estar entre as finalistas. O prêmio, sem dúvidas, é um excelente incentivo para as mulheres saírem da informalidade, pois atrás do esforço de cada história contada hoje há um grande mérito”.

De acordo com a Diretora de Operações do Sebrae/MS, Maristela França, a edição de 2009 contou com 74 inscritas que dedicaram seu tempo e relataram suas histórias de vida, como forma de incentivar outras mulheres.”Somos mais silenciosas, mais contidas mas sabemos contar a nossa prória história. Quero parabenizar a todas as mulheres que se inscreveram e as finalistas”, afirmou.

Para Jussara Feltrin, presidente da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Campo Grande – BPW CG, o prêmio é uma maneira importante para as mulheres revelarem seus potenciais e, principalmente, sua coragem. “Quero agradecer a todas que tiveram a coragem de contar sua histórias pois cada uma serve de exemplo para a sociedade”.

O evento foi encerrado com a tradicional Cerimônia das Velas, na qual cada mulher acende uma vela, sendo assim homenageada.  A cerimônia faz menção ao surgimento da associação BPW, no interior dos Estados Unidos, em 1919, com o trabalho de Lena Madesin Philips. A vela é utilizada porque significa luz para o caminho e, com apenas uma, pode-se acender todas as outras.

O Prêmio é uma iniciativa do Sebrae, com o apoio da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Federação das Associações de Mulheres de Negócio (BPW – Brasil) e Profissionais do Brasil e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), e tem por objetivo identificar, selecionar e premiar os relatos de vida de mulheres empreendedoras que transformaram seus sonhos em realidade e, cuja vida hoje, é exemplo para outras que também querem realizar seu próprio sonho de independência.

Por Carla Layane

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>