Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil é avaliado

Representantes de diversos segmentos do setor turístico se reuniram na última quinta-feira (14) em Brasília, para dar continuidade ao processo de avaliação do Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil. No encontro, foram apresentados os resultados preliminares da avaliação, como as lições aprendidas durante o programa. Além disso, estão sendo elaboradas as recomendações estratégicas para a continuidade do programa, que foi implementado pelo Ministério do Turismo em 2004.

O processo de avaliação do programa é realizado em parceria com o IADH (Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano) e foi feito em três etapas. Na primeira, 680 questionários com 44 perguntas foram respondidos por integrantes da rede de turismo de todo o País – como representantes de colegiados estaduais de Turismo, as comissões de Turismo da Câmara e do Senado Federal, integrantes do Conselho Nacional de Turismo, gestores do MTur, entre outros.

Na segunda etapa, 34 entrevistas foram encaminhadas a pessoas que participaram do programa desde o início, como ex-ministros, secretários e outros colaboradores do programa de Regionalização. A última etapa foram oficinas, nas quais os participantes discutiram o desempenho e avanços conquistados. O documento contendo a avaliação final será publicado no início de dezembro.

Mais competitividade

Algumas das principais lições aprendidas durante o programa foram destacadas pelo grupo, como: a importância do processo de descentralização; a importância da comunicação estratégica; como os princípios que orientam as políticas públicas foram determinantes para a implementação do programa; a importância do capital humano e social para o desenvolvimento das regiões; além da visão do desenvolvimento do turismo sustentável a longo prazo.

O secretário-executivo do MTur, Mário Moysés, esteve presente na abertura do encontro: “O Programa de Regionalização colaborou para o fortalecimento da competitividade do Brasil diante do mercado internacional, trazendo ao ministério muitas oportunidades, mas também grandes desafios que devem ser analisados e observados”, disse ele.

Ana Clévia Guerreiro, coordenadora-geral de Regionalização do MTur, destacou a importância da avaliação do programa: “O documento poderá servir de referência para os futuros gestores do turismo nacional, refletindo um modelo de gestão descentralizada, coordenada e integrada”, disse ela.

O Programa de Regionalização do Turismo é um macroprograma do MTur que faz parte do projeto de estruturação dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Regional. O programa mapeou 276 regiões turísticas, envolvendo 3.635 municípios.

Com informações Ministério do Turismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>