Projeto de MS é modelo em programa de empreendedorismo nacional

Transformar um trabalho artesanal em empreendimento foi o que garantiu que José Rezende de Souza, de Mato Grosso do Sul, tenha ficado entre os três melhores projetos de negócio rural do Brasil, todos desenvolvidos pelo Programa Empreendedor Rural (PER). Após vencer a etapa estadual, realizada no dia 23 de julho, e ficar entre os melhores do Estado, o novo empresário concorreu com projetos de todo o País e conquistou a etapa nacional do programa com o Polvilho`s Zequinha – Qualidade na Cozinha.

O vencedor, que é de Costa Rica, afirma ter recebido a notícia de que é um dos três melhores de todo o País com muita alegria e confirma que isso traz mais empenho na implantação de todas as ações do projeto. “Ao mesmo tempo em que tinha uma expectativa de ganhar, sabia que a concorrência era forte. Mas estou feliz pelo prêmio e agora a ideia é buscar mercado para meu produto”, comemora José Rezende.

Como vencedor, o empresário vai a Brasília receber seu prêmio que inclui uma viagem ao exterior. Outros dois projetos foram escolhidos, a Fazenda Toshi, do Pará, que trabalha com fruticultura e a Chácara Boa Vista, no Paraná, que vai implantar a produção de frango orgânico como complemento à renda do leite. Os participantes receberam do PER o conhecimento para planejar e gerir melhor suas propriedades. No caso dos três ganhadores nacionais, os projetos transformaram negócios familiares.

Em sua cidade, Rezende herdou do pai uma propriedade de 60 hectares onde trabalha com a família na produção de mandioca para fabricação de farinha e polvilho, leite, plantio de arroz e milho, cana-de-açúcar para fabricação de cachaça, rapadura e açúcar mascavo. O que mudou foi a transformação de um produto que antes era fabricado de maneira artesanal, apenas para moradores da região, para um produto que passa a ter uma marca, registro e busca espaço no mercado. O nome, Polvilho`s Zequinha, vem do apelido dado ao produtor e foi sugestão da turma em que ele participou.

O facilitador da turma do PER da qual participou Rezende, Mauro Cabral Junior, conta que o objetivo do trabalho é levar o empreendedorismo ao campo, transformando as atividades desenvolvidas no meio rural em negócio. “A grande ousadia do Polvilho`s Zequinha foi olhar além das divisas da propriedade e ver o mercado, criar uma marca e sair do artesanal para o profissional”, destaca. “Ele vende para outros municípios, mas ainda é pouco, o objetivo agora é crescer”.

Desenvolvido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) em parceria com o Sebrae, o PER capacita e acompanha o desenvolvimento de planos de negócio que transformem a atividade rural em um empreendimento. “Ter um produtor do nosso Estado entre os três melhores projetos do Brasil é uma satisfação muito grande. É o resultado de todo um trabalho que gera também melhoria na vida do homem do campo”, completa o superintendente do Senar/MS, Clodoaldo Martins.

Com informações Senar MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>