Projeto Economia da Experiência inicia segunda etapa

O projeto Economia da Experiência, uma parceria entre o Ministério do Turismo e o Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com gestão do Instituto Marca Brasil, desenvolvido inicialmente na Região da Uva e Vinho, no Rio Grande do Sul, será implantado em sua segunda etapa em quatro novos destinos brasileiros: Petrópolis(RJ), Bonito(MS), Costa do Descobrimento(BA) e Belém (PA). O objetivo é a adaptação da oferta turística de acordo com os conceitos inovadores da “Sociedade dos Sonhos” e “Economia da Experiência”. As ações dessa proposta resultarão a diversificação da oferta turística, a ampliação do consumo turístico e da satisfação dos visitantes e o aumento da geração de emprego e renda na região.

De acordo com o presidente do IMB, José Zuquim, a Economia da Experiência traduz uma tendência de consumo mundial que anuncia novas necessidades e valores de mercado e está sendo seguida por aqueles que querem inovar nos processos de formação e comercialização de produtos, especialmente na atividade turística. “O turista hoje tem expectativas que vão além da contemplação passiva dos atrativos, ele não visa apenas contemplar, mas também participar, fazer parte de algo por algum momento e realizar um desejo. Este turista, que está cada vez mais autônomo e bem informado, é aquele que volta para casa contando que fez a viagem dos sonhos”, explica.

Nesse processo, é fundamental que os empresários tenham como base das ofertas turísticas os serviços desenvolvidos localmente, aproveitando-se da sua cultura e do que oferecem de melhor. A experiência que os empresários põem à disposição do turista deve ser única, original e inovadora.

O IMB já começou a trabalhar no projeto na Costa do Descobrimento. Após o primeiro encontro com os empreendedores, realizado no dia 12 de dezembro do ano passado em Porto Seguro (BA), o Instituto deu início à aplicação do conceito nos empreendimentos já selecionados do destino, além da Oficina de Tematização, entre os dias 4 e 5 de fevereiro.

Já nos demais destinos, os lançamentos locais ocorrerão em fevereiro, iniciando assim o trabalho de disseminação do conceito entre os atores e a comunidade local, para posteriormente começarem as consultorias e a preparação das empresas para apresentarem experiências memoráveis aos turistas.

Fonte: Brasilturis Jornal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>