Sesc Pantanal recebe turma de Guia de Turismo

Um grupo de 29 alunos do curso de Guia de Turismo do IFMT Campus Cuiabá – Cel. Octayde Jorge da Silva saiu da sala de aula para o campo. A aula de encerramento do curso foi na região de Poconé, município localizado a 100 km da Capital. Região rica em ouro e história e onde se concentra a maior beleza natural do Estado que é o Pantanal.

Simulando uma viagem com os futuros clientes (os turistas), os alunos foram os próprios guias se revesando em grupo e colocando em prática as técnicas de guiamento que, segundo a professora Angela Carrion, são orientações de boas vindas, itinerário e animação. “Estes são alguns dos procedimentos que devemos adotar com os clientes, pois precisamos nos identificar, falar do percurso, dos aspectos gerais do clima, vegetação e previsão de chegada ao destino”, comenta.

O primeiro destino da viagem foi o Sesc Pantanal, um hotel localizado a 145 km de Cuiabá. Este hotel está localizado numa região considerada a maior Reserva Particular do Patrimônio Natural do Brasil. Lá os alunos puderam conhecer estudos desenvolvidos com formigas, borboletas e compostagem. Eles visitaram, também, o Centro de Interpretação Ambiental, um espaço onde a tecnologia trabalha a favor do conhecimento dos biomas por meio de maquetes, painéis interativos, fotos da fauna e flora e vídeos.

A viagem seguiu para a Transpantaneira onde puderam apreciar a beleza natural, a vegetação e conhecer um pouco mais da fauna. O encerramento do primeiro dia foi na Pousada Piuval com festa junina e focagem noturna.

No segundo dia os alunos puderam fazer uma caminhada na trilha chamada Capão do Macaco, que dá acesso a uma torre onde puderam ter uma vista panorâmica da fazenda e conhecer o pantanal no período da seca. Eles também puderam fazer uma cavalgada e passeio de barco sob a Lagoa Piuval.

Para a aluna Flaviane Santos de Brito, as viagens acabam sendo bem proveitosas, pois conhecemos a história, peculiaridades da região, clima, vegetação e fauna. “Tudo isso serve de informações para serem repassadas ao nosso cliente”, enfatiza. Para a coordenadora do curso em exercício, Nazareth Campos, as aulas de campos são importantes para a formação e aperfeiçoamento das aulas teóricas. “Essas aulas são tão interessantes que promovem interação e troca de conhecimento entre o grupo enriquecendo-os de informações. O guia tem que estar muito bem informado do local por onde ele percorrera com o turista”, afirma.

Com informações Olhar Direto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>